quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Uma União Profunda


Uma União Profunda
Gênesis 2:4-25
O coração humano clama por companhia. Somos criaturas sociais. O próprio Deus disse sobre Adão: “Não é bom que o homem esteja só (Gn 2:18). Essa análise foi feita antes da queda da humanidade,quando o homem tinha uma comunhão doce e pessoal com o Criador. Contudo, Deus concluiu : “Isso não é suficiente !”.
A resposta de Deus à necessidade do homem foi criar a mulher. A palavra hebraica traduzida por “alguém que lhe corresponda”  ( cf. Gn 2:18) significa literalmente face à face.,um relacionamento pessoal e profundo, no qual os dois estariam ligados por meio de uma união inseparável que satisfaz os mais profundos anseios do coração humano. O casamento foi a resposta de Deus à mais profunda necessidade humana:  a união de vida com outra pessoa.
Esta união deve englobar todos os aspectos da vida : intelectual, social, espiritual, emocional e físico. Esse tipo de união não pode surgir sem o compromisso profundo e duradouro que Deus planejou para o casamento, que não é um contrato para validar as relações sexuais. Não é simplesmente uma instituição social para fornecer cuidado aos filhos.È mais do que uma clínica psicológica onde ganhamos o apoio emocional de que precisamos. Vai além de um meio de obtermos status social ou segurança econômica. O derradeiro ( primeiro) propósito do casamento não é alcançado nem mesmo quando ele é um veículo para o amor e, a companhia , por mais valiosas que sejam essas coisas.
O propósito supremo do casamento é a união de duas pessoas no nível mais profundo possível, o que, por sua vez, produz o maior senso de satisfação existente para o casal, e serve da melhor maneira aos propósitos estabelecidos por Deus para a vida de cada um.
Orem e peçam à Deus : Uma união profunda dentro do casamento.
Se tiverem mais tempo:
Discutam juntos  ou reflitam sobre estas perguntas:
1-      Porque um compromisso profundo e duradouro deve anteceder a verdadeira união no casamento.
2-      Pensem num casal admirado por vocês e que parece refletir uma união profunda. O que vocês acham que está funcionando bem naquele casamento ?
3-      Em que aspectos do nosso casamento sentimos solidão ou discórdia em vez de união ? Esses sentimentos nos apontam áreas em que precisamos crescer .
Mais textos para estudo: Provérbios 18:22,Eclesiastes 4:12, I Coríntios 7
Texto retirado da Bíblia Devocional do casal.

As linguagens do amor com comentários do Pr. Gary Chapman.

Casamento como uma parceria


Casamento como Parceria
Gênesis 1: 26-31
Casamento é parceria, e não uma propriedade. A esposa não é um troféu a ser conquistado por meio do namoro e, depois, exibido na parede à vista de todos, como uma cabeça de alce ou de outra caça.O esposo também não deve ser domado de modo a se tornar um provedor belo e manso.
O marido amoroso vê a sua esposa como uma parceira.Ela é a pessoa de carne e osso com a qual ele tem um relacionamento. Ela não é uma pessoa a ser dominada ou controlada para satisfazer os desejos  dele.Ela é uma pessoa a ser conhecida e com quem ele pode aprender.
A idéia de ter a esposa como parceira é tão antiga quanto a literatura humana. No relado da criação, apresentado em Gênesis , a mulher foi criada a partir da costela do homem. È uma descrição explícita do papel que ela desempenha como parceira, O homem e sua esposa foram instruídos a encher a terra e a dominar sobre os peixes do mar, as aves do céu e as outras criaturas vivas, O homem não foi instruído a subjugar sua esposa, foi instruído a ser um com ela,
Maridos e mulheres  são obviamente diferentes, mas Deus desejou que essas diferenças completassem um ao outro. O esposo que vê sua esposa como parceira deu o primeiro passo na direção de tornar-se um líder amoroso em seu casamento.
Orem e peçam à Deus para que :
1-      Que faça de seu casamento uma parceria amorosa e igualitária.
2-      Que os ajude a complementar um ao outro, honrando suas diferenças.
3-      Que vocês se tornem um. 

DISCIPULADO

DISCIPULADO "Passará o céu e a terra, porém as minhas palavras não passaram" (Mateus 24:35) Os dias que virão serão melh...